+5 21 3755-3731 / +55 21 2753-8142 / +55 21 98040-3731 kelpmed@kelpmed.com.br

Engana-se quem pensa que o trabalho do anestesista se resume a administrar a anestesia e monitorar o paciente apenas durante a cirurgia

O papel do anestesista é fundamental durante um procedimento cirúrgico. Ele é responsável por administrar anestésicos e monitorar os sinais vitais do paciente antes, durante e depois da cirurgia.

É o anestesista que aplica os medicamentos necessários para bloquear temporariamente a capacidade do cérebro de reconhecer um estímulo doloroso. Dessa forma os médicos podem realizar cirurgias e outros procedimentos invasivos sem que o paciente sinta qualquer dor.

Mas e quando a cirurgia acaba, o que o anestesista faz?

Engana-se quem pensa que o trabalho do anestesista se resume a administrar a anestesia e monitorar o paciente apenas durante a cirurgia.

Nem todo mundo sabe, mas o anestesista é de extrema importância durante o pós-operatório, sendo fundamental para alcançar os resultados desejados com a cirurgia.

Após a cirurgia o anestesista é responsável por garantir a recuperação do paciente em relação a anestesia administrada durante o procedimento cirúrgico e também prevenir ou controlar a dor que o paciente possa vir a sentir.

A recuperação da anestesia ocorre ainda na sala de cirurgia, onde o paciente inicia o restabelecimento dos reflexos respiratórios, a estabilidade cardiovascular e a força motora.

Na sala de recuperação pós-anestésica, ou seja, após a cirurgia, o anestesista continua monitorando as funções clínicas, adicionando o monitoramento do retorno da consciência e a avaliação constante do aparecimento da dor.

O anestesista previne a ocorrência de dor, administrando medicamentos necessários de acordo com o tipo de cirurgia realizada e condições clínicas do paciente.

Avaliando a recuperação pós-anestésica do paciente, o anestesista receita os medicamentos que devem ser mantidos e administrados para garantir a estabilidade cardiovascular, além do controle da dor durante a internação do paciente.

Dor

A dor é um dos mecanismos de defesa do corpo humano mais importantes, sendo ativada toda vez que um tecido nosso esteja sofrendo algum tipo de estresse. Por pior que a dor seja, ela é extremamente necessária para nos avisar que o nosso corpo está sendo atingido.

Para podermos sentir dor, é preciso haver receptores para identificar lesões dos tecidos e nervos sensitivos, capazes de transportar a sensação de dor até o nosso cérebro.

A pele, por exemplo, possui milhares de nervos sensitivos capazes de reconhecer eventos traumáticos mínimos. Quando esses nervos são ativados, eles enviam sinais elétricos em direção à medula espinhal, que, por sua vez, transporta-os para o cérebro, onde a sensação de dor é reconhecida.

Cuidados pré-anestésicos que o paciente deve ter

É sempre bom lembrar da importância do paciente conversar com seu médico anestesista antes da cirurgia para contar se tem algum caso na família de problema com anestesia. O paciente também deve informar quais medicamentos toma e alimentos ou substâncias que tem alergia, já que não é possível saber se o paciente é alérgico à anestesia antes de realizá-la.

O jejum é outro fator essencial no processo anestésico. É uma das principais medidas de segurança no preparo pré-anestésico e é muito importante que seja respeitado o tempo mínimo orientado pelo médico.

O paciente deve estar com seu estômago vazio para evitar o vômito e então aspiração. Isso pode acontecer porque quando uma pessoa recebe anestesia os seus reflexos ficam diminuídos e ela não consegue expelir substâncias.

Como se tornar um Anestesista

Para se tornar um Anestesista, primeiramente você precisa fazer uma faculdade de Medicina e depois passar por uma Residência Médica ou Especialização de três anos em Anestesiologia.

Ao finalizar a Residência, o médico precisa registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) como especialista para ser considerado apto a atuar na área.

O curso de Medicina, independente da área, está entre os mais concorridos do Brasil e pode ser encontrado nas principais universidades públicas e privadas do País.

O trajeto para uma carreira de sucesso é o mesmo para qualquer área da medicina: Planejamento, estudo e ação!

Kelp Med

A Kelp Med oferece a melhor experiência em materiais hospitalares para médicos, profissionais de saúde, hospitais, clínicas e para a rede pública de saúde, com preço competitivo e produtos exclusivos da marca Kelp Med. É possível parcelar as compras em até 6x sem juros no cartão de crédito, comprando diretamente pelo site ou WhatsApp. As entregas são feitas em todo Brasil, com frete grátis para o Rio de Janeiro nas compras acima de R$300.